Pixel People

"Pixel People" é um jogo de construção de cidade que lembra clÁssicos do gênero, como "Sim City". Mesmo assim, ele consegue ser bem diferente. A começar, pelos grÁficos. Desenvolvido pela LambdaMu e com a Chilingo como publisher, mesma companhia por trÁs do sucesso "Cut The Rope", não é difícil imaginar que vem coisa boa por aí. O game tem um jeitão retrô, bastante colorido, com uma simplicidade sofisticada. E, como o nome sugere, os habitantes da sua cidade são feitos de pixels, com uma "cara" de 8-bits.

E são justamente essas pessoinhas a base do jogo. Você começa com uma pequena porção de terra no espaço e um centro de chegada para seus clones. Para conseguir gente (ou seja, mão-de-obra), é preciso construir residências e esperar um tempinho para as pessoas "brutas" surgirem nesse centro. Aí, cada uma precisa de uma combinação de dois materiais genéticos diferentes para sair com uma profissão.

Nem toda combinação dÁ resultado. Para saber se é possível sair um habitante com uma aptidão nova, basta observar o tubo de ensaio no centro. Se estiver  rosa, você estÁ prestes a criar um clone com uma nova profissão. A cor laranja indica que dali vai sair uma pessoa com uma aptidão igual a alguma que você jÁ criou antes. O cinza, por fim, mostra que aquela combinação não irÁ resultar em nada. Até o momento, após a primeira atualização, são 155 combinações possíveis.


Dependendo do clone que você criar, o jogo vai dar permissão para que você construa determinada estrutura. Se você conseguir, por exemplo, um dentista, automaticamente você vai precisar construir um consultório odontológico. Um dançarino de balé obriga você a criar uma academia de dança. Depois, você vai precisar ver quais profissões faltam em cada prédio, pois quando eles ficam lotados rendem o dobro de dinheiro.

O dinheiro é usado para construir casas, estradas e plantar Árvores (que dão dinheiro e Utopium – item essencial no game). Por fim, uma utilidade ainda maior da grana: expandir sua porção de terra. Eventualmente, você vai construir tantas coisas que vai ficar sem espaço. Aí, é preciso desembolsar quantias grandes para ganhar mais terra e progredir a cidade.


Os Utopiums são usados para acelerar a construção dos prédios (alguns levam mais de 24 horas para ficarem prontos) e a chegada dos clones. Ao contrÁrio do dinheiro, que vem fÁcil quando você tem vÁrios prédios lotados, o Utopium é bem mais escasso. Por isso, o jogo usa o artifício do dinheiro real para que os jogadores comprem esse item. Ou seja, trata-se de um título freemium: o download é gratuito, mas se você quiser, pode desembolsar alguns Reais para obter extras.

É aí que entra o grande ponto positivo do jogo (e que ajuda a tornÁ-lo ainda mais viciante): você não precisa gastar dinheiro. O game é generoso e lhe dÁ vÁrias formas de conseguir Utopiums simplesmente jogando. As Árvores, eventualmente, soltam um ou dois. Você também pode alocar uma estrutura de mineração e, uma vez por dia, coletar alguns.

- Continua após a publicidade -


"Pixel People" ainda tem uma série de achievements que também dão Utopium e ajudam a tornar o jogo mais e mais viciante. Isso sem contar as brincadeirinhas e referências. A programadora, por exemplo, se chama Willa Gates, em uma referência clara a Bill Gates. Outras figuras, como atores e cantores, também são homenageados.

Com uma jogabilidade fÁcil, um sistema freemium que não obriga o gamer a gastar dinheiro, achievements e atualizações frequentes que trazem ainda mais profissões possíveis, "Pixel People" é, sem dúvidas, um dos melhores jogos para iPad/iPhone jÁ feitos.


Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.