Apple compra de volta US$ 14 bilhões em suas próprias ações

No final de janeiro, a Apple divulgou seus resultados do primeiro trimestre fiscal de 2014, que acabou em dezembro de 2013, com lucro líquido de US$ 13,1 bilhões. Mas isso não foi o suficiente para segurar alguns investidores, que começaram a vender ações, o que derrubou o valor das ações da empresa em 8%. Para mostrar que acredita em si própria e no futuro próximo, a Apple comprou de volta US$ 14 bilhões em suas próprias ações, ao longo das últimas 2 semanas.


Justificando os motivos da empresa, o diretor executivo da Apple, Tim Cook, se disse surpreso quanto à queda nos preços das ações, e que ele queria ser "agressivo" e "oportunista" nesse momento. "Isso significa que estamos apostando na Apple. Significa que estamos realmente confiantes no que estamos fazendo e no que planejamos fazer", explicou. "Mas não estamos apenas falando isso, estamos agindo", completou.

Além disso, a atitude da empresa também pode ser uma tentativa de mostrar aos investidores que algo estÁ sendo feito com os quase US$ 160 bilhões que estão, em sua maioria, intocados no caixa da Apple. Via Wired, Wall Street Journal e Gizmodo.

Assuntos
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Você quer processadores da AMD com gráficos integrados

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.