Criador do Flappy Bird tirou o game do ar por ser "muito viciante"

Enfim, o criador do app que virou o Doge de 2014 quebrou o silêncio e se pronunciou sobre a retirada do ar do game Flappy Bird. Dong Nguyen, criador do jogo que jÁ destruiu alguns celulares afirmou que tirou seu game das lojas de aplicativos por ser muito viciante. "Flappy Bid foi criado para ser jogado uns poucos minutos quando você estÁ relaxado," explicou Nguyen para a Forbes. "Mas o que aconteceu é que se tornou um produto viciante. Eu acho que isto se tornou um problema. Para resolvê-lo, a melhor forma é tirar o Flappy Bird do ar. Ele se foi para sempre".


Flappy Bird se tornou popular (e um meme) por seu alto nível de dificuldade, para um game casual

Por conta de seu sucesso, estimativas indicam que Nguyen estava recebendo até 50 mil dólares por dia em publicidade. Com elementos que lembram muito a franquia Mario Bros., como o cenÁrio e alguns efeitos sonoros, chegou-se a cogitar que o motivo do encerramento do game foi uma preocupação do criador com direitos autorais, algo que ele negou pelo Twitter. "Não aguento mais", teria afirmado via tuíte.

"A imprensa estÁ exagerando sobre o sucesso de meus jogos. É algo que nunca quis. Deixem-me em paz".

- Continua após a publicidade -

Apesar de ter sido excluído da App Store e do Google Play, quem jÁ instalou o jogo pode continuar a jogÁ-lo, criando bizarrices como o iPhone à venda no eBay por quase 100 mil dólares, apenas por trazer o game instalado. Os clones do game também vem surgindo "à rodo" nas lojas de aplicativos, inclusive na Windows Phone Store, onde ele nem chegou a ser lançado oficialmente.

Nhuyen afirmou que não pensa ter cometido um erro, e que era preciso tirar o app do ar. Ele afirmou que seguirÁ desenvolvendo games, e que o sucesso do Flappy Bird lhe rendeu mais auto-confiança. Outros de seus games, Super Ball Juggling e Shuriken Block jÁ figuram entre os mais populares na loja de aplicativos da Apple.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Bingo pré-lançamento Radeon RX 6000. A Big Navi vai ser:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.