HTC irá focar em smartphones de entrada, com preço entre 150 e 300 dólares

A HTC vem passando trabalho para alcançar uma boa rentabilidade, algo que não conseguiu reverter com seu topo de linha, o HTC One, aparelho que brigou com o Galaxy S4 o título de "melhor Android", a empresa irÁ foca nos smartphones de entrada para reverter os seus resultados financeiros ruins e sua perda de mercado nos últimos dois anos.

Chialin Wang, CFO da HTC, afirmou em uma entrevista para a Reuters que a maior falha da companhia foi ter se concentrado demais em seus aparelhos topo de linha, o que fez a empresa perder um grande pedaço do mercado intermediÁrio. Para corrigir esta situação, a empresa irÁ focar nos aparelhos de valor entre US$ 150 e US$ 300, tanto nos mercados emergentes quanto os desenvolvidos.

Apesar deste novo foco, a empresa não deixarÁ o segmento dos smartphones "topo de linha". "Estes dois cilindros serão disparados juntos", afirmou Wang, mostrando que a espingarda da HTC não irÁ economizar munição, e que podemos esperar por um "HTC Two".

Apesar da campanha de marketing intensa, e as ótimas reviews, o HTC One não conseguiu alcançar as vendas expressivas que a empresa desejava. Com uma queda na comercialização de aparelhos nos últimos dois anos, a companhia hoje detém apenas 2% do mercado de smartphones, segundo estimativas da Strategy Analytics, e suas ações jÁ desvalorizaram em 80%, neste mesmo período. O último relatório fiscal da empresa também não foi positivo, com a HTC fechando o último trimestre com margens operacionais negativas, em -3.7%.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.