Programador sul-coreano cria sistema que usa Kinect para detectar movimentações na fronteira

A fronteira entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte não é nada tranquila, afinal é a mais armada do mundo. E os sul-coreanos ganharam mais uma arma para vigiar a divisa entre os dois países: o Kinect. O programador autodidata Jae Kwan Ko desenvolveu um sistema baseado no periférico da Microsoft que monitora o local que é chamado de Zona Desmilitarizada da Coreia.


O acordo de Armistício entre os países deixa que militares patrulhem a zona

 

O papel do sistema é identificar objetos que estejam cruzando a zona. Ele consegue diferenciar se o ser é um humano ou animal. Caso seja humano, o sistema alerta o posto avançado mais próximo. O Kinect estÁ lÁ desde agosto de 2013, mas só agora sua existência foi tornada pública.

"Eu nunca cheguei a pensar num sistema de jogos realizando tarefas de defesa nacional", disse Ko. Segundo ele, no futuro, o sensor irÁ detectar os batimentos cardíacos, e também ganharÁ um sistema de detecção de calor. Ou seja, é provÁvel que ele ganharÁ um upgrade do Kinect do Xbox 360 para o Kinect do Xbox One. Via Kotaku, The Verge e Hankooki.

Assuntos
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Você quer processadores da AMD com gráficos integrados

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.