Ronku: Agora é a vez da EA explicar conteúdo comprado "secretamente" no Youtube

Depois da polêmica da Microsoft com o Machinima em vídeos pagos para promover o Xbox One no Youtube, agora foi revelada a prÁtica da EA, que faz a mesma coisa. A publisher, aliÁs, tem o procedimento tão consolidado que o programa tem um nome específico: Ronku.


O printscreen acima saiu do NeoGAF, o fórum que foi o primeiro a vazar essa informação. Nele é possível ver as regras para criação de conteúdo relacionado a Battlefield 4 que siga as regras do programa, as quais são mostrar momentos específicos do jogo (como a queda do edifício que é uma das cenas mais famosas do trailer) e não enfatizar nos bugs, por exemplo. Também é possível ver que a EA é mais generosa que a Microsoft no pagamento, sendo US$ 10 CPM (por mil visualizações). No fórum tem também as regras para divulgação do Need for Speed Rivals.

A ganhadora de dois "Cocôs de Ouro", porém, tem uma melhor explicação pro seu programa do que a Microsoft. Segundo a EA informou ao The Verge, existe uma clÁusula explícita no contrato que esclarece que o conteúdo produzido para o programa Ronku deve, obrigatoriamente, dizer no vídeo que ele é patrocinado, como manda a FTC

Ao que tudo indica, daqui por diante veremos mais e mais contratos do estilo aparecendo pela internet. 

- Continua após a publicidade -

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.