Solus (Unreal Engine 4) promete "prender" a atenção do jogador

A Teotl Studios anunciou o desenvolvimento de "Solus", misto de survival de exploração com FPS de ficção científica, que utiliza o motor grÁfico Unreal Engine 4.

O game se passa em um planeta alienígena misterioso e (supostamente) desabitado. Com a Terra a beira da destruição, o jogador é enviado para explorar este planeta como tentativa de salvar os terrÁqueos. Após 20 anos de viagem, o personagem chega ao planeta com um pouso catastrófico. Os membros de sua equipe estão mortos e seus equipamentos destruídos. Sem comunicação com ninguém da Terra, o jogador estÁ completamente sozinho.

Por sorte, o planeta tem uma atmosfera adequada para a vida humana e abriga uma grande quantidade de Água, mas é estéril, e em grande parte, constituído por rochas e deserto, com presença de inúmeras cavernas. Ha duas luas, uma maior e outra menor, onde a primeira afeta as condições de maré. Durante o dia o sol eleva as temperaturas para 40oC ou mais. JÁ as noites são muito frias, chegando a -35oC, ou até menos.

- Continua após a publicidade -

Explore: Sobreviva explorando. Descubra os segredos relativos ao planeta. Tem certeza que é o primeiro por aqui? Colete: Reconstrua os aparelhos para comunicação pegando e limpando itens que encontre durante sua jornada. Sobreviva: O planeta é hostil à sua presença. Ele é seu inimigo. Sobreviva aos tornados, vulcões, tempestades, meteoros, trovões, mudanças extremas nas temperaturas e mais.

"Solus" terÁ ainda suporte ao Oculus Rift para uma maior imersão, e contarÁ com "clima" dinâmico. De acordo com a Teotl Studios, o game serÁ uma espécie de sucessor espiritual de The Ball.

A produtora não informou a previsão de lançamento, nem as plataformas.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.