Facebook lança sua versão do "Trending Topics"

O Facebook lançou e remodelou hoje a sua sessão "Trending" na barra lateral da sua pÁgina inicial para EUA, Reino Unido, CanadÁ, Índia e AustrÁlia. A novidade exibe as palavras que são tendência no mundo - igual ao "Trending Topics" do Twitter - e ainda explica seu contexto. A versão mobile da ferramenta ainda continua em fase de testes e a versão web deve ser disponibilizada para outros países nas próximas semanas.

O diferencial do sistema lançado pelo Facebook estÁ mesmo no contexto: se você ver a palavra "Steam" entre as tendências, provavelmente vai saber o que é, mas o novo serviço explica não só o que é, mas também o porque estÁ lÁ, explicando que ela alcançou a marca de 75 milhões de usuÁrios recentemente. Essa sutil diferença promete fazer grande frente ao Twitter quando se trata de redes sociais instantâneas, em que os usuÁrios acessam e interagem enquanto acompanham um evento em tempo real.

Assim como no Twitter, serÁ possível clicar nos termos e ser redirecionado para vÁrios resultados de postagens de vÁrias pessoas (não necessariamente amigos) e "seguir" o post. Isso também incentiva os usuÁrios a compartilharem informações e opiniões em modo público, para que pessoas fora do seu círculo de amizades também possam contribuir ou acessar a postagem. Inclusive, os resultados apresentados são influenciados pelos seus gostos habituais na rede social, procurando sempre exibir o que terÁ mais interesse.

Isso tudo para que a rede social de Zuckerberg seja um lugar mais "sério", onde existam realmente discussões sobre o que estÁ acontecendo agora, e não um lugar para postar fotos com seus amigos sobre o que aconteceu ontem. O sistema de "hashtags" é uma das outras mudanças que seguem esta linha de raciocínio, e a tendência é ver ele cada vez mais assim.


Assuntos
Tags
  • Redator: Leonardo Lorenzoni

    Leonardo Lorenzoni

    Apaixonado por videogames desde que jogou Yu-Gi-Oh Forbidden Memories no Playstation e StarCraft no PC, sofre por ter nascido tão tarde e perder tanta bagagem cultural. Correndo atrás do prejuízo, divide a vida de estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) com os vícios em séries e filmes. Gosta do Batman e não gosta do Superman. Escreve notícias para o Adrenaline e tenta não chegar atrasado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.