MGS V: Ground Zeroes é segundo jogo na história a ter violência sexual descrita pela ESRB

O game Metal Gear Solid V: Ground Zeroes teve sua classificação indicativa revelada pela ESRB –comissão reguladora dos EUA – e, como era de se esperar, foi classificado como "Mature" – para maiores de 17 anos.


Mas o que o jogo apresenta de incomum em sua descrição da ESRB é a descrição de que hÁ violência sexual contida nele. Afinal, apenas um outro jogo na história –  chamado Animamundi – jÁ havia obtido tal descrição da comissão. Outras restrições incluem "sangue e desmembramento", "violência intensa" e "linguagem forte".

Aviso: abaixo estão spoilers que revelam detalhes de Metal Gear Solid V.

A descrição fala que "este é um game de ação no qual os jogadores assumem o papel de um soldado de elite através de missões militares em Cuba". Sobre as armas, é citado que são usadas "pistolas, metralhadoras e lança-foquetes". Também fala-se em "tiroteios realistas, efeitos de slow-motion e grandes efeitos de derramamento de sangue".

- Continua após a publicidade -

Outro ponto citado é a habilidade de matar personagens e prisioneiros que não seriam inimigos. Também hÁ uma cena que mostra "o intestino de um dos personagens exposto durante um procedimento dramÁtico para remover um objeto".

JÁ o conteúdo que garantiu descrição de violência sexual para o game é um arquivo de Áudio encontrado no game, onde pode-se ouvir uma personagem feminina sendo atacada sexualmente por personagens masculinos. Não hÁ nenhuma cena visual, apenas o som de roupas sendo rasgadas e luta na tentativa de resistir.

Especula-se que possivelmente a personagem que sofre a violência sexual possa ser a sniper Quiet que, segundo Hideo Kojima, serÁ mais profunda do que pode-se imaginar à primeira vista. Via Kotaku.

- Continua após a publicidade -

Assuntos
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.