Galaxy Note 3 chega a 10 milhões de vendas em dois meses

Faz tempo que o Galaxy Note não apenas provou que hÁ pessoas interessadas em um smartphone com tela maior, mas mostrou também que hÁ muita gente atrÁs deste perfil. O Galaxy Note 3 provou que a tendência segue, e conseguiu um novo recorde para a família Note: foram vendidas 10 milhões de unidades do smartphone em seus primeiros 60 dias no mercado. Colocando esta conquista em perspectiva, o Note de primeira geração precisou de nove meses para chegar a este número, enquanto que o Note II precisou de quatro meses.

O resultado das vendas do smartphonão da Samsug foi tão positivo que ele passou raspando no principal aparelho da empresa, o Galaxy S4. O topo de linha da companhia precisou de 50 dias para chegar as 10 milhões de unidades comercializadas, 10 dias a menos que o Note 3.

A empresa atribui o sucesso deste novo modelo aos múltiplos mercados em que foi lançado, sendo que o Galaxy Note 3 chegou simultaneamente a 58 países no dia 25 de setembro. Suas vendas são concentradas principalmente no sudeste da Ásia, América do Norte e Europa. Nos países ocidentais, sua característica mais interessante, segundo a Samsung, é a capacidade de multitarefa em sua ampla tela, enquanto os asiÁticos exploram o uso da S-Pen, especialmente no caso chinês, onde a caneta é uma forma eficiente de "input" para seus caracteres.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Bingo pré-lançamento Radeon RX 6000. A Big Navi vai ser:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.