Hacktivista do Anonymous é condenado a 10 anos de prisão

Jeremy Hammond, de 28 anos, foi condenado a dez anos de prisão por vazar milhões de e-mails após uma invasão à Strategic Forecasting. Membro do Anonymous, o jovem forneceu os dados ao Wikileaks, revelando que agências privadas estavam espionando organizações e ativistas. Ele descobriu ações de vigilância e infiltração e tentativas de criminalizar dissidentes não-violentos.

A decisão da Justiça americana foi baseada no chamado "Computer Fraud and Abuse Act", algo como ato contra abusos e fraudes de computadores, em tradução livre. 

 


A invasão ao site foi feita em 2011 e resultou no roubo de 5 milhões de mensagens privadas, além dos dados de cartão de crédito de 60 mil clientes, que foram usados pelo Anonymous para efetuar um total de US$700 mil em doações para organizações sem fins lucrativos, como conta a Wired.

Para a juíza Loretta A. Preska, Hammond mostrou "uma total falta de respeito pela lei", inclusive por ser reincidente, jÁ que o jovem esteve envolvido em outras ações semelhantes quando tinha 19 anos.

O jovem, segundo a Rolling Stone, declarou o fim dos seus dias de hacktivismo e acrescentou: "aqueles que estão no poder não querem ver a verdade exposta". Hammond também afirmou que as injustiças contra as quais lutou "não podem ser curadas por reformas, mas por desobediência civil e ação direta."

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.