Motorola lança o Moto G, vendas começam hoje no Brasil por R$ 649

A Motorola lançou oficialmente seu novo smartphone, o Moto G. Assim como jÁ vimos no lançamento do Moto X, a empresa não focou no hardware, e sim nas interações com o aparelho. Apesar de não vir com o Moto Maker, recurso de customização presente no X, ele virÁ em 19 opções de cores, sendo possível mudar a tampa traseira, e seu principal destaque é o preço: ele chega por R$ 649.



Na parte do hardware, a Motorola voltou a apostar em componentes "mais leves", especialmente comparado ao Moto X. Este smarpthone vem com um processador quad-core de 1.2GHz, 1GB de memória RAM, 8GB de armazenamento, câmera de 5MP e uma tela TFT LCD de 4.5" com resolução HD. O smartphone também tem suporte a dois chips SIM.

Por conta do hardware mais leve, o grande destaque deste aparelho é o preço: ele estÁ sendo comercializado por US$ 179 em sua versão com 8GB, e US$ 199 com armazenamento de 16GB. No Brasil, ele também não faz feio: custarÁ R$ 649, sendo que ele também receberÁ duas versões adicionais: a Colors Edition, com suporte a dois chips SIM e quatro cores (preto, branco, vermelho e amarelo) e a Music Edition, com 16GB de armazenamento, suporte a dois chips e um fone sem fio Air Tracks. Estas duas edições custam R$ 799 e R$ 999, respectivamente, e aparecem por aqui nos próximos meses.

- Continua após a publicidade -

O smartphone receberÁ update para a última versão 4.4 do Android, codinome Kit Kat, em janeiro. A Motorola diz ter feito apenas pequenas modificações no sistema, com o objetivo de tornar o uso de hardware mais eficiente.

Entre as novidades, a Motorola citou o Moto Assist, um app que promete automatizar as configurações do celular baseado no momento do dia, desligando o WiFi à noite, por exemplo.

Confira nossa anÁlise do Moto X

Além do Moto Maker, o Moto G tem outra desvantagem em relação ao X:  ele não serÁ capaz das vÁrias interações como comandos por voz com a tela travada, ou o desbloqueio da câmera através do movimento do pulso. O motivo é o processador: diferente do Moto X, este novo modelo não traz um core dedicado ao monitoramento dos sensores.

O aparelho jÁ estÁ disponível para compra no Brasil, que faz parte dos 30 primeiros países a receber o gadget.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.