Segundo desenvolvedores do Oculus Rift, consoles são muito limitados para o gadget

O criador do Oculus Rift, Palmer Luckey, de apenas 21 anos, concedeu entrevista à Tech Radar, na qual explicou porque ele não estÁ muito empolgado para levar o gadget aos consoles. Para Luckey, a plataforma é muito limitada, no sentido que seu hardware não evolui depois que os vídeo games são lançados, eles ficam "travados" num mesmo sistema.


O Oculus Rift, segundo Luckey, estÁ em constante crescimento e evolução e seus criadores têm a intenção de estar constantemente passando essas mudanças para o público, o que só é possível nos PCs. Além disso, hÁ a questão da resolução, que por mais que tenha sido melhorada para a next-gen, "é difícil imaginar eles rodando uma experiência de realidade virtual que seja comparÁvel ao PC" - disse Luckey. Quando perguntado sobre a presença do Oculus nas Steam Machines, o desenvolvedor preferiu não se comprometer, e limitou-se a dizer: "nós somos bons amigos da Valve".

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.