[Rumor] Receita Federal pode ter suspendido fiscalização em regiões do Brasil

O governo brasileiro estÁ tendo problemas para fechar as contas deste ano, e por isso estaria cortando gastos. Dentro disso, estÁ a Receita Federal que, segundo o Estadão, teve que encerrar suas operações de repressão na região Centro-Oeste e no Tocantins. Ou seja, se isso for verdade, esses locais estão hÁ algumas sem fiscalização contra entrada de produtos piratas e contrabando. As operações também afetam quem faz compras em sites internacionais.


A reportagem diz que obteve as informações de emails trocados entre integrantes do Fisco, além de documentos internos. Eles revelariam que a Receita estaria sem dinheiro para pagar o deslocamento de fiscais. Um dos emails, enviado no dia 15 de outubro, relevaria que as atividades de repressão no Centro-Oeste e no Tocantins estavam suspensas hÁ 15 dias, na época.

Outro email diz respeito a região de Porto Alegre. Nele, o superintendente da 10ª Região Fiscal, da qual faz parte a capital gaúcha, solicita mais recursos, dizendo que, sem eles, seria obrigado a suspender o serviço. A maior ironia é que o corte de gastos pode causar um prejuízo potencial de R$ 1 bilhão por mês, por causa da diminuição na arrecadação de impostos e de dívidas do INSS, que podem acabar prescrevendo nesse tempo. Até 2014, o prejuízo pode chegar a R$ 12,1 bilhões.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual a sua marca de headphones/headsets para jogos preferida? - Pesquisa de Periféricos 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.