Patente da Motorola revela "tatuagem eletrônica" no pescoço

A Motorola é definitivamente uma empresa que gosta de inovar. Depois de "desconstruir" os modelos de smartphones como os conhecemos, a empresa pode estar mirando em algo mais improvÁvel ainda. Trata-se de uma "tatuagem eletrônica", feita no pescoço, que seria capaz de transmitir o som emitido pela garganta para dispositivos eletrônicos. Confira a imagem da patente:

É isso mesmo, segundo o Engadget, a empresa patenteou a novidade com o nome de "Acoplamento de uma tatuagem eletrônica com um dispositivo móvel de comunicação". A tecnologia funcionaria através de transmissão de dados via Bluetooth, Zigbee ou NFC e poderia ser utilizado até mesmo em animais. Com que objetivo, ainda não se sabe, e a Motorola não anunciou nada sobre sua mais nova patente. 

Para quem se animou com a inovação e jÁ começou a pensar em desenhos, um cuidado: a Motoral pode não estar se referindo a tatuagens que vemos por aí. Na conferência "D11", realizada no início deste ano, o chefe subsidiÁrio do "Grupo de Pesquisa Avançada" da Google apareceu usando um dispositivo fino, flexível e aderente à pele que ele chamou de "tatuagem eletrônica". De qualquer maneira, não devemos esperar a tecnologia sendo algum produto comercial tão cedo.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Leonardo Lorenzoni

    Leonardo Lorenzoni

    Apaixonado por videogames desde que jogou Yu-Gi-Oh Forbidden Memories no Playstation e StarCraft no PC, sofre por ter nascido tão tarde e perder tanta bagagem cultural. Correndo atrás do prejuízo, divide a vida de estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) com os vícios em séries e filmes. Gosta do Batman e não gosta do Superman. Escreve notícias para o Adrenaline e tenta não chegar atrasado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.