Intel faz parceria por "Catalyst", o supercomputador para pesquisa em HPC

O Laboratório Nacional de Lawrence Livermore (LLNL, em inglês) anunciou ontem o desenvolvimento de um sistema único de alta performance em computação (high-performance computing ou HPC, em inglês) em parceria com a Intel e a empresa produtora de supercomputadores, Cray. O "Catalyst," como é chamado o computador, serÁ usado pelas três instituições de acordo com o investimento feito e proporcionarÁ testes sobre a capacidade de mÁquinas de alto desempenho. Entregue em outubro, a expectativa é de que ele possa ser usado limitadamente este mês e em sua total capacidade no mês que vem.

O acesso ao supercomputador serÁ feito através do HPCIC, que em português significa Centro de Inovação de Alta Performance em Computação, do LLNL. O Catalyst de 150 teraflop/s terÁ 7.776 núcleos dos mais recentes processadores 12-cores Xeon E5-2695v2 em 324 nós. Ele ainda terÁ 128 GB de DRAM (Dynamic Random Acess Memory) por nó, 800 GB de NVRAM (Non-Volatile Random Acess Memory) por nó de computador, 3.2 TB de NVRAM por nó de roteador "Lustre" e a estrutura Intel TrueScale com a rede dual rail Quad Data Rate (QDR-80). 

"Como o nome indica, o Catalyst visa acelerar a simulação em HPC e as inovações de Big Data, bem como a colaboração entre as três instituições", disse Matt Leininger, representante de Projetos de Tecnologia Avançada para LLNL. "A parceria entre a Intel, Cray e LLNL nos permite explorar diferentes abordagens para a utilização de grandes quantidades de alto desempenho de memória não-volÁtil na simulação HPC e anÁlise de Big Data".

"O Big Data abre um método inteiramente novo de descoberta, derivando a solução para um problema a partir dos enormes conjuntos de dados em si. Para pesquisar novas maneiras de traduzir Big Data em conhecimento, tivemos que criar um sistema de tipo único", afirmou Raj Hazra, vice-presidente da Intel e gerente geral do Grupo de Computação Técnica. "Equipado com os processadores mais poderosos da Intel, estrutura e SSDs, o Catalyst se tornarÁ uma ferramenta fundamental, fornecendo insights sobre as tecnologias necessÁrias para estimular a inovação para a próxima década."

Assuntos
Tags
  • Redator: Leonardo Lorenzoni

    Leonardo Lorenzoni

    Apaixonado por videogames desde que jogou Yu-Gi-Oh Forbidden Memories no Playstation e StarCraft no PC, sofre por ter nascido tão tarde e perder tanta bagagem cultural. Correndo atrás do prejuízo, divide a vida de estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) com os vícios em séries e filmes. Gosta do Batman e não gosta do Superman. Escreve notícias para o Adrenaline e tenta não chegar atrasado.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.