App de paquera Tinder cresce 140% ao mês no Brasil

O Tinder cresce 140% ao mês no Brasil, de acordo com o cofundador do app Justin Mateen. Ele não divulgou números exatos, mas disse que, em breve, o país serÁ o segundo maior mercado do aplicativo de paquera. O primeiro é os Estados Unidos.

O crescimento é atribuído ao lançamento da ferramenta para o Android, sistema operacional móvel mais popular por aqui.

Originalmente desenvolvido para iOS e lançado em 2012, o Tinder permite que você marque se aprova ou reprova outros usuÁrios do app que estão próximos. Caso você dê sinal positivo para alguém e o interesse for mútuo, ambos recebem uma notificação. Daí é com você. Basta chamar para uma conversa privada. Antes disso tudo, você define se estÁ interessado em mulheres ou homens.

HÁ quem acuse o app de tornar as relações mais superficiais. Com a popularização, é certa a possibilidade de encontrar quem queira apenas um encontro de uma noite. De acordo com a Folha de S. Paulo, Mateen diz que o Tinder é um "reflexo honesto da interação humana."

- Continua após a publicidade -

"Quando você conhece alguém em um café, a primeira coisa que você nota sobre ela é sua aparência física. Na conversa, você busca semelhanças como amigos ou interesses mútuos. É exatamente isso que o Tinder traz à tona."

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.