BlackBerry não será mais vendida, mas vai trocar de CEO

A BlackBerry desistiu do plano de vender a si mesma e vai captar cerca de US$1 bilhão de investidores institucionais para tentar sair da zona de falência. Em anúncio realizado hoje, a companhia informou ainda que estÁ procurando por um novo CEO.

A empresa pretende recolher essa quantia por meio de debêntures conversíveis, ou seja, que podem ser trocadas por ações da companhia. A Fairfax Financial Holdings, maior acionista da BlackBerry, vai comprar US$250 milhões das debêntures. Cada debênture serÁ conversível em ação comum a US$10,00 e vai ter um prazo de sete anos.

Em setembro, a BlackBerry anunciou que fez um acordo preliminar para ser vendida a um consórcio da Fairfax, mas a Reuters disse que a empresa não conseguiu financiar os US$4,7 bilhões necessÁrios.

Até a escolha do novo CEO, quem fica à frente da BB é John Chen, ex-CEO da empresa de softwares Sybase.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.