Chega ao fim o site personalizável iGoogle

É hora de dizer adeus a mais um produto do Google. A partir de hoje, o iGoogle, serviço que oferecia opções de customização para a pÁgina inicial dos usuÁrios, deixa de funcionar. "Com aplicativos modernos que são executados em plataformas como Google Chrome e Android, a necessidade de algo como o iGoogle ficou desgastada com o tempo", justifica a companhia.

O iGoogle, lançado em 2005, permitia aos usuÁrios unirem a experiência do Google com suas próprias preferências para criar uma pÁgina inicial para o navegador. Era possível inserir links favoritos abaixo da barra de buscas, atalhos para o Gmail e o Google News, consultar a previsão do tempo e dados da bolsa de valores. Além disso, todo o layour era personalizÁvel.

A gigante jÁ dava sinais de que acabaria com o serviço: a versão móvel do iGoogle saiu do ar no ano passado. Segundo a empresa, todos os dados pessoais armazenados nos gadgets do iGoogle ficarão intactos em seus respectivos serviços, como o Gmail, Google Agenda, Google Finance, Google Drive, Favoritos do Google e Google Tarefas.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.