Software promete resolver captchas em 90% das tentativas mas não será usado para isso

A empresa Vicarious Al diz ter criado um software capaz de resolver os captchas - sistemas que pretendem comprovar que quem estÁ acessando determinado conteúdo é uma pessoa - em 90% das tentativas. Antes que você se anime, ela não pretende disponibilizar o código-fonte ou um aplicativo para este fim.

A companhia quer criar um sistema de reconhecimento de símbolos mais avançado que seja capaz de identificar caracteres não só em imagens estÁticas, mas também em vídeos. A intenção da Vicarious Al é utilizar a tecnologia para analisar imagens de exames médicos ou, pensando ainda mais além, expandir a capacidade de reconhecimento dos buscadores na internet.

Os desenvolvedores do serviço dizem que o segredo estÁ nos algoritmos que aperfeiçoam a interpretação de informações visuais pela mÁquina e não na exploração de possíveis brechas do captcha, como fazem outros softwares do tipo por aí. Ou seja, o software utiliza uma série de exemplos para aprender a identificar padrões em imagens e associÁ-las a caracteres. Assim como você e eu fazemos. Ou melhor, assim como o nosso cérebro faz. Neste link você confere um vídeo que demonstra a tecnologia.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Qual a sua marca de headphones/headsets para jogos preferida? - Pesquisa de Periféricos 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.