F-Secure une-se a autoridades da Finlândia para esclarecer sobre ransomware

A F-Secure alerta para um novo tipo de ameaça: o police ransomware, um malware que finge que o computador foi bloqueado por autoridades policiais e pede dinheiro dos usuÁrios em troca da liberação da mÁquina. O programa malicioso exibe uma tela de bloqueio no equipamento infectado e exibe uma mensagem supostamente vinda de órgãos oficiais, alegando o envolvimento do computador em atividades ilegais. 

Uma das variantes do malware vem com suporte a vÁrios idiomas, permitindo sua instalação em mais de 40 países e com telas de bloqueio personalizadas com a língua local e o logotipo do órgão oficial do país. Segundo a empresa, um único grupo criminoso é suspeito de ter atacado mais de 5 milhões de computadores em todo o mundo. 


Exemplo de ransomware

De acordo com as estatísticas do laboratório da F-Secure, o police ransomware começou a aparecer na Alemanha, e, em seguida, afetou quase todos os países da Europa Ocidental, países nórdicos, Estados Unidos, CanadÁ e AustrÁlia. Os criminosos também atacaram países da América Latina, como México, Argentina, Bolívia e Equador. Países do Norte da África e do Oriente Médio também afirmam ter enfrentado o problema recentemente. 

"Os cavalos de Troia que bloqueiam o sistema e exigem um resgate tornaram-se os tipos de malware mais comuns em todo o mundo", afirma Mikko Hypponen, Diretor de Pesquisa da F-Secure. "É por isso que alertamos as pessoas sobre essa ameaça. Se o seu sistema foi bloqueado, não é a polícia que estÁ fazendo isso", complementa o executivo. 

Parceria
Para esclarecer os perigos e os métodos de prevenção contra o police ransomware, a F-Secure uniu-se à polícia da Finlândia e ao CERT-FI, instituto especializado em segurança da informação. O fruto da parceria é um site em três idiomas que instrui as pessoas sobre esse tipo de ameaça e ajuda as vítimas a se livrarem do malware.

"Precisamos estar sempre atentos às mensagens que recebemos em nossos computadores, celulares e tablets e é por isso que a F-Secure se preocupa em fornecer as melhores soluções de proteção para nossos clientes e parceiros, além de incentivar iniciativas como esta para informar a população em geral dos perigos que a internet esconde e auxiliar no combate a essa ameaça", afirma Leandro Hernandez, Leandro Hernandez, VP para América Latina da F-Secure. O diretor de Resposta de Segurança dos laboratórios da companhia, Antti Tikkanen ressalta:"Em muitos casos, as pessoas realmente chegam a pagar o resgate, por isso é importante informÁ-las de que isso é uma farsa."

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.