BGS 2013: Watch Dogs empolga com cenários interativos e missão stealth

Em demonstração fechada na BGS 2013, tivemos a oportunidade de conferir um pouco mais sobre "Watch Dogs", a aposta mÁxima da Ubisoft em jogos de ação com mundo aberto. Em quase 10 minutos de apresentação, o game conseguiu empolgar com cenÁrios interativos e uma missão inédita que privilegia o jogador que gosta de ser mais sorrateiro na jogabilidade.

Assim que a partida começa, percebemos que hÁ legendas em português brasileiro e botões característicos dos consoles Playstation aparecendo na tela. Olhamos para as mãos do produtor que estava fazendo a demonstração e percebemos que era o controle do PS4. A mÁquina em que estava conectado, contudo, não era onde o novo console da Sony, mas um PC típico de kit de desenvolvedor para otimizações constantes no game.

O que mais chama a atenção logo de cara é a liberdade de movimentação pelos cenÁrios e a interatividade com diversos elementos. No controle de Aiden Pearce, o protagonista, é possível dirigir livremente pelo mapa e, durante o percurso, alterar o sinal do semÁforo, fazer pontes elevadiças subirem ou descerem e acessar sistemas de seguranças apenas com um clique no controle.  Isso ajuda, inclusive, numa rota de fuga desesperada quando houver perseguições apertadas.

Uma vez engajado na missão, você pode optar por abrir fogo logo de cara ou ser mais sorrateiro. Escolher a primeira alternativa significa que todas as forças inimigas virão juntas para cima de você. Algo bem manjado e que jÁ acontece em diversos outros jogos. A novidade fica para quem escolher a segunda: esconda-se, planeje o ataque com seu gadget e abuse da invasão dos sistemas de segurança nos arredores para saber a posição dos inimigos e ter acesso a Áreas inéditas. Também é possível acessar outros tipos de mÁquinas, como empilhadeiras , e usÁ-las como escudo ou como "armas" para ter vantagens durante os tiroteios.  

Interação intuitiva

- Continua após a publicidade -

Na demonstração, o produtor foi descoberto pelos capangas e, depois de eliminar dezenas deles numa sequência frneética de tiroteios, partiu de carro para uma rota de fuga desesperada. No meio do caminho, utilizou recursos eletrônicos dos cenÁrios a seu favor para tentar despistar os perseguidores. O mais legal deles foi a ativação das barreiras de espinhos no chão, que estouram os pneus dos carros, por uma longa avenida e em um beco sem saída. A partir daqui bastou eliminar o restante dos bandidos e concluir o objetivo. Tudo muito intuitivo, de rÁpico acesso e sem complicações de menus ou explicações demasiadas.

O grande problema na apresentação é que tudo pareceu fÁcil demais e muito automÁtico nas ações. Ficamos com a nítida sensação de que o produtor jÁ estava tão acostumado com o que iria ter que fazer no game que a sensação de surpresa dos desafios e de reação ao comportamento dos inimigos foi praticamente nula e robótica. Não acreditamos de forma alguma que o jogo irÁ funcionar assim quando for lançado. Afinal, mal sabemos o que nos aguarda durante a aventura e que tipos de missões a Ubisoft preparou para o game. 



Sobre os grÁficos, o game tem a cara da nova geração: o destaque fica para a animação do personagens (incluindo expressões faciais bem críveis) e para os efeitos de partículas, fumaça, Água realista, alguns elementos de física e de iluminação. A composição dos cenÁrios, que aparentam ser gigantescos, também estÁ bem rica, com preenchimentos com construções de todos os tipos. o vento influencia do balanaço dinâmico das Árvores e a chuva, que cai logo ao final da demonstração, dÁ uma credibilidade aos detalhes da cidade de Chicago e ajuda ainda mais na imersão do jogador.

"Watch Dogs" sai em 2014 para PC, Wii U, PS4, XOne, PS3 e X360 no segundo trimestre de 2014 com dublagens e legendas em português brasileiro.

- Continua após a publicidade -

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.