Representante da Sony diz que empresa terá prejuízo com PS4 no Brasil

O preço do PlayStation 4 no Brasil foi anunciado e muitos ficaram abismados, afinal dÁ para fazer muita coisa com os R$ 3.999 que ele vai custar, inclusive conhecer o Mickey Â– e comprar um PS4 no processo. Agora o responsÁvel pela Sony na América Latina, Mark Stanley, disse em entrevista ao Uol Jogos que a empresa vai perder dinheiro com o console no país. Segundo ele, a explicação estÁ no infogrÁfico abaixo, que detalha os custos do PS4:


Arte: Sony Brasil

A imagem começa com o preço do console, que é $ 399 (ou R$ 858). Segundo ele, os mais diversos impostos que são cobrados em cima do PS4 chegam a R$ 2.524, ou 63% do preço final. HÁ ainda R$ 875 de margem de lucro para varejistas e para a Sony Brasil, que é a distribuidora. Nisso, o preço final chegaria a R$ 4257. Mas Mark Stanley diz que a empresa abriu mão da sua margem de lucro para que o preço ficassem em R$ 3.999.

O responsÁvel pela Sony na América Latina disse que a empresa não espera vender uma única unidade por quase R$ 4 mil reais. "O motivo para anunciarmos esse preço é para termos unidades disponíveis no Brasil para o lançamento", justifica Stanley. Segundo ele, o investimento no país é pensado a longo prazo. "Todos estão focados no período de lançamento, mas não é aí que a guerra é ganha", defende.

- Continua após a publicidade -

Mark Stanley, responsÁvel pela Sony na América Latina

Quando perguntado sobre a decisão de não montar o console aqui, o responsÁvel pela Sony na América Latina responde que o investimento seria muito grande. Por isso, diz Mark Stanley, só hÁ uma fÁbrica que estÁ autorizada a fabricar o PlayStation 4 no mundo inteiro. "É um processo complexo, só depois de fabricar e perder algumas unidades é que você entende as dificuldades de produzir essa mÁquina [...] Aí sim é possível pensar em tentar reproduzir esse processo aqui no Brasil", explica Stanley.

Assuntos
Tags
ps4
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.