Filme sobre Zelda teria que ser interativo, afirma Eiji Aonuma

Muitos fãs da franquia "The Legend of Zelda" jÁ imaginaram, ao menos uma vez, como ficaria um filme baseado no universo de Link, Zelda e companhia. O próprio Eiji Aonuma, o responsÁvel pela série, jÁ pensou nisso. Mas ele não poderia ser um filme comum. Zelda só chegaria às telonas se fosse possível criar uma experiência interativa, segundo ele.

"Isso é algo sobre o que eu e Miyamoto jÁ conversamos", contou Aonuma ao Kotaku. "Se fôssemos fazer um filme sobre Zelda, acho que o que seria mais importante para nós seria a possibilidade de brincar com o formato de filme, fazê-lo mais interativo, como se você pudesse levar seu 3DS ao cinema e participar dele de alguma forma", explicou.

 


A Disney tentou algo parecido recentemente com o lançamento de "A Pequena Sereia" nos cinemas. Neste caso, um aplicativo para tablets funcionava como uma segunda tela, com a qual o público podia interagir durante algumas cenas, especialmente as musicais.

Ainda sobre Zelda, Aonuma completou: "Não iríamos querer fazer o mesmo que qualquer outro filme. Queremos de alguma forma mudar o que é um filme". Um game como "The Legend of Zelda" realmente mereceria um filme de alto nível, algo que não costumamos ver frequentemente na adaptação de jogos para a tela do cinema. Talvez, a própria Nintendo acredite que é melhor mesmo que ele jamais exista para não correr o risco de decepcionar nenhum fã. A experiência com "Super Mario Bros." jÁ foi desastrosa o suficiente.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.