"Morte súbita" no Galaxy S III faz associação pedir intervenção da justiça

A associação de consumidores Proteste enviou nesta semana um ofício ao Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do Ministério da Justiça para pedir providências a respeito do conserto de smartphones Galaxy S III que vêm apresentando travamentos, que chegam a inutilizar o aparelho.

Conforme a entidade, hÁ diversos relatos na Internet sobre uma "morte súbita" do dispositivo, que seria resultado de um problema na placa-mãe. Os consumidores afetados, porém, reclamam que os aparelhos vão e voltam da assistência técnica com o mesmo defeito.

 

A associação explica que, como o problema é coletivo, solicitou à Samsung que chamasse todos os afetados para trocar o aparelho ou devolver o dinheiro, respeitando os termos do Código de Defesa do Consumidor. Porém, segundo a Proteste, a companhia não respondeu ao pedido.

A assessoria do DPDC informou que jÁ recebeu o ofício, que ainda serÁ encaminhado à equipe jurídica do órgão. Ela pedirÁ esclarecimentos à Samsung e, após a resposta da empresa, o órgão decidirÁ se serÁ necessÁrio realizar a troca dos aparelhos. A Samsung ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Você jÁ enfrentou problemas com o Galaxy S III? Quem se sentiu lesado pode entrar em contato com a Proteste para obter orientações, através do site oficial

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.