Pesquisa: 41% das vítimas de fraudes online nunca recuperam o dinheiro

Menos da metade das vítimas de fraudes online consegue recuperar todo o dinheiro roubado. Segundo a Pesquisa de Segurança de Risco do Consumidor realizada pela B2B Internacional e Kaspersky Lab, um em cada dez entrevistados teve a sorte de recuperar todo o montante perdido.

Em teoria, quando cibercriminosos roubam dinheiro de um pagamento bancÁrio ou eletrônico, o valor pode ser devolvido pelo banco, ou como resultado de um processo judicial. O estudo mostra, porém, que a recuperação da quantia perdida não é garantida.

Os dados da pesquisa apontam que apenas 45%  das vítimas de fraudes online foram compensados totalmente. Outros 14% só recuperaram uma parte do montante roubado, enquanto 41% das vítimas restantes ficaram sem nada.

 


De acordo com relatos de 33% das vítimas, o dinheiro estÁ mais em risco se for roubado durante uma transação de pagamento eletrônico. Em 17% dos casos, o valor desapareceu durante o uso de online banking, enquanto 13% das vítimas eram clientes de lojas on-line. 

Bancos e lojas on-line normalmente devolvem o dinheiro aos seus clientes, ao contrÁrio dos sistemas de pagamento eletrônico: no geral, apenas 12% das pessoas afetadas receberam uma remuneração total de perdas em ataques maliciosos, número que sobe para 15% no caso dos bancos. 

Conforme a Kaspersky, muitos usuÁrios acreditam que suas transações são protegidas pelos administradores desses serviços financeiros. Mas elas nem sempre são capazes ou estão dispostas a fornecer o nível de proteção exigido, o que torna a atividade criminosa ainda mais atraente para pessoas mal-intencionadas.

Considerando as características de fraude online, a Kaspersky Lab desenvolveu sua tecnologia exclusiva, Safe Money, para proteger os computadores de ataques financeiros. Trata-se de um conjunto de mecanismos de proteção ativado automaticamente quando os usuÁrios usam online banking ou pagamento on-line. O recurso estÁ disponível como parte do Kaspersky Internet Security e Kaspersky PURE 3.0.
Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.