Homem usa o Google Earth para reencontrar sua casa e família após 26 anos

Um garoto de cinco anos chamado Saroo Munshi Khan foi parar em CalcutÁ, a 1,5 mil Km de distância de sua casa, após dormir em um vagão de trem na Índia, enquanto seu irmão mais velho, de 14 anos, andava pela estação. Apenas agora, 26 anos depois, ele foi capaz de reencontrar o caminho de casa, graças ao Google Earth.

A história é real e o Google fez até um vídeo sobre ela. Saroo morou nas ruas por semanas até ser levado a um orfanato e, então, ser adotado por uma família australiana.


Foi aí que ele se mudou, junto de seus pais adotivos, para a Tasmânia e, com seis anos de idade, jÁ tinha até mesmo um novo nome: Saroo Brierley. Apesar da nova vida, ele nunca desistiu de reencontrar sua antiga casa e sua família biológica, tarefa que ficou bem mais fÁcil quando ele descobriu o Google Earth, em 2011.

- Continua após a publicidade -


Saroo uniu suas memórias de infância com os recursos de imagem da plataforma e conseguiu identificar Khandwa, sua terra natal. Ele, então, traçou uma rota para calcular uma estimativa da distância que ele havia percorrido de trem, décadas atrÁs. Depois de muito pesquisar pelo Google Earth, ele finalmente encontrou locais que lhe pareciam familiares. 

Em 2012, Saroo viajou da AustrÁlia para Khandwa e compartilhou sua história com os moradores, que o ajudaram a encontrar o caminho de volta para seu antigo lar e reencontrar sua mãe e seus irmãos. Toda a história estÁ documentada em um livro, intitulado "A Long Way Home", ou "Um Longo Caminho para Casa", em tradução livre.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual a sua marca de headphones/headsets para jogos preferida? - Pesquisa de Periféricos 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.