ARM "tira onda" com a performance dos chips Atom da Intel

A ARM publicou um vídeo comparativo entre um tablet equipado com chip de sua arquitetura e um modelo com o Atom Clover Trail+, atualmente o que hÁ de mais potente do lado da Intel e seu x86. Como não é surpresa para ninguém, o chip ARM "faz pouco caso" do concorrente, superando-o desde as telas de carregamento do game até a jogabilidade em si, e a empresa não poupou o adversÁrio nas piadas ao longo do vídeo.

Que as CPUs Atom não são extraordinÁrias em performance, isto não é novidade para ninguém (os benchmarks mostram isto também), mas hÁ outras questões também envolvidas, como a otimização do game. Bem menos populares, os chips da Intel ainda não tem a presença que seus rivais ARM possuem no meio da computação móvel, o que dÁ larga vantagem para a empresa na hora de receber apps otimizados para seus chips.

Exemplo de performance do Atom (Dell Latitude 10) em relação a restante da família Core

Outro detalhe importante é a nova geração Atom, codinome Bay Trail. O grande destaque destes novos chips são exatamente o ganho de desempenho, e que inclusive teria supostamente batido o Snapdragon 800 em benchmarks. Então vamos torcer para um "segundo round" mais competitivo. Afinal, quando estas empresas lutam para conseguir mais performance de seus chips, quem sai ganhando somos nós.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.