FBI fecha "Silk Road", site secreto que vendia drogas lícitas e ilícitas

O FBI fechou nesta quarta-feira o site que vendia drogas lícitas e ilícitas Silk Road. Abrigado dentro da rede Tor, que é conhecida por permitir a navegação completamente anônima, o portal teria movimentado mais de R$2,6 bilhões e pago mais de R$160 mil em comissões.


Ross Ulbricht seria um dos mantenedores do site, de acordo com a FBI

De acordo com a agência de investigações, um dos mantenedores do site era Ross William Ulbricht, de Nova Iorque. Ele irÁ responder por comércio ilegal de drogas, acesso não autorizado a computadores e por lavagem de dinheiro. Ulbricht teria, ainda, pedido o assassinato de um dos usuÁrios do portal que ameaçou revelar a identidade de alguns clientes.


Mensagem do FBI exibida no site a partir de hoje

A existência do Silk Road foi revelada em 2011 por uma reportagem do site "Gizmodo". A pÁgina chegou a sair do ar na época, mas voltou com um novo endereço. Hoje, o site exibe uma mensagem informando que foi fechado pelas autoridades. Quando ainda funcionava, o portal permitia a compra através da moeda virtual Bitcoin, que fornece anonimato aos seus usuÁrios.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.