Um em cada 10 consumidores já perdeu dinheiro com fraude online

Ao redor do mundo, um a cada 10 consumidores jÁ foi vítima de fraude online e perdeu dinheiro com isso, de acordo com um estudo da Gfk apresentado pela F-Secure. Entre os países com o maior número de atingidos, estão os Estados Unidos e a MalÁsia, com 20%. O Brasil chega perto, com 19%.

Conforme a empresa de segurança, esse resultado influencia o nível de preocupação das pessoas com a sua segurança online. Na Europa, onde apenas 12% declararam ter perdido dinheiro em algum tipo de golpe, 68% dos participantes da pesquisa expressaram preocupação ao fazerem compras online. 



No Brasil, 92% das pessoas se mostraram preocupadas com sua segurança ao realizarem atividades online pelo computador. Mas a cautela cai muito quando o assunto são os dispositivos móveis, quando a porcentagem diminui para 69%. Nos tablets, o índice é ainda menor, 58%.

"É necessÁrio que o usuÁrio também tome medidas preventivas contras ataques de malware em smartphones, onde o trÁfico online mais cresce", alerta Leandro Hernandez, vice-presidente da F-Secure para a América Latina. "Manter os software sempre atualizados, além de utilizar produtos de proteção confiÁveis em todo equipamento conectado é o primeiro passo para evitar danos."

Quando perguntados sobre os tipos de dispositivos que mais utilizam para acessar a Internet, 89% das pessoas informaram utilizar computadores ou laptops equipados com Windows, 39% utilizam celulares Android, 24% iPhones, 22% tablets Android, 20% iPads, 16% computadores Apple, e 16% utilizam smartphones Windows

Os participantes demonstraram altos índices de consciência sobre a importância de manter seu software atualizado. 77% das pessoas informaram estar cientes de que não atualizar seu software pode criar vulnerabilidades na segurança, enquanto 86% dizem fazer atualizações de regularmente em seus computadores. Número que, novamente, cai em relação aos celulares: apenas 59% mantêm seus aparelhos atualizados constantemente. 
Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.