Co-fundador da Rockstar quer fazer outro jogo da série Bully

O co-fundador da Rockstar, Dan Houser, admitiu que tem vontade de produzir uma sequência para Bully, jogo da empresa lançado em 2006. Ele diz que o game é um de seus preferidos, e que hÁ vÁrios rumos que a Rockstar poderia tomar na história de um possível Bully 2. Essa declarações foram dadas em entrevista ao site Polygon.

Apesar disso, Dan Houser fala que uma sequência da série não teria como protagonista uma versão adulta de Jimmy Hopkins, personagem principal do jogo original. "Eu nunca o vi como uma pessoa tão degenerada assim, a ponto de estar em um GTA, por exemplo", diz Houser. "E o vi como um mau adolescente, até porque ele vem de uma família complicada, que poderia se tornar qualquer coisa. Mas [Hopkins] não se tornaria um ladrão de carros", explica.

Algums tempo atrÁs, a Take-two jÁ havia registrou uma patente que pode significar um novo jogo da série Bully, mas nada mais se falou desde então. O primeiro Â– e até agora único Â– game da série foi lançado para PlayStation 2 em 2006 e logo se tornou um clÁssico. Depois ele ganhou ports para Wii, Xbox 360 e PC, com o nome de Bully: Scholarship Edition. Em 2008, a venda do jogo foi proibida em todo o Brasil, por decisão do juiz FlÁvio Mendes Rabelo, da 16ª Vara Cível de Porto Alegre.

Assuntos
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.