Placa-mãe Rampage IV Black da ASUS ROG quebra cinco recordes mundiais de overclock

Em um evento de overclock realizado em São Francisco, nos Estados Unidos, e organizado pela ASUS em parceria com Corsair e Intel, a placa-mãe da Republic of Gamers Rampage IV Black Edition foi usada para quebrar cinco recordes mundiais.

A placa-mãe, combinada com uma GPU ASUS GeForce GTX Titan, com a última geração de processadores Intel Core i7 Extreme Edition e memórias DDR3 Vengeance Extreme e Dominator Platinum, da Corsair, alcançou novos recordes no 3DMark 11 Entry, 3DMark 11 Performance, 3DMark Fire Strike, Cinebench e na frequência de memória quad-channel.


- Continua após a publicidade -

No 3DMark 11, a equipe de overclockers alcançou as marcas de 38231 no modo Entry, 38227 no Performance e 32268 no Fire Strike. No Cinebench, alcançaram 17.65 pontos na categoria de seis cores. JÁ as quatro memórias DDR3 DIMM Vengeance Extreme foram overclockadas a 3.900 MHz.

"Nós estamos orgulhosos que as placas-mãe ASUS X79 têm dominado os rankings de overclock depois de quebrarem 26 recordes desde o lançamento do chipset", disse o vice-presidente corporativo da ASUS e gerente geral de vendas globais, Jackie Hsu.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.