Qual é a placa-mãe Maximus VI ideal para você?

A linha Maximus VI é composta por cinco placas-mãe da ASUS e você pode estar se perguntando qual escolher. Ir direto para a placa Extreme, que é a maior e mais potente disponível? Ou comprar uma Formula com sua estrutura bem protegida pelo Armor Kit? A Hero vai atender as suas necessidades? E as placas com um tamanho menor? Nós iremos ajudar na sua escolha.


Maximus VI Extreme
A placa Extreme é voltada para os gamers que desejam um SLI/CrossFireX com 3 ou 4 GPUs, ou para aqueles que exigem PCI-Express e SATA na plataforma 1150. Os usuÁrios que gostam de fazer overclock e utilizar as funções integradas e exclusivas de ajustes também devem escolher a Extreme.

Clique aqui para conferir a anÁlise completa da placa.

- Continua após a publicidade -

A placa vem com:
OC Panel e ferramentas exclusivas da ROG para overclock.
Combo mPCIe II com WiFi 802.11ac
10 SATA III

A Maximus VI Extreme não possui tecnologia SupremeFX porque a ROG acredita que o público alvo prefere uma placa de som Xonar top de linha ocupando um dos slots PCI-Express, ou utilizar soluções externas como a série Xonar Essence One, então o foco tem sido direcionado a outros componentes.

Maximus VI Formula
Público alvo: Gamers que fazem SLI ou CrossFireX, usuÁrios de sistemas com watercooler e modders, aqueles que fazem modificações em seus computadores. Basicamente, é direcionada para aqueles que desejam o melhor de uma placa-mãe gamer e querem deixar o seu case mais bonito.


- Continua após a publicidade -

A placa vem com:
A melhor solução de Áudio jÁ desenvolvida, SupremeFX  Formula, e Sonic Radar.
Combo mPCIe II com WiFi 802.11ac.
Cooler híbrido de refrigeração líquida e a ar CrossChill. É o único waterblock pré-instalado com G1/4 threads.
Proteção ROG Armor.
10 SATA III

É a única placa com ROG Armor nativo. A proteção possui duas funções: proteger o PCB na parte de baixo, evitando que a placa entorte, e evitar que os slots e demais componentes da placa fiquem protegidos de poeira, por exemplo. Além de dar um aspecto mais bonito para a placa. Modders podem remover a proteção e pintar a carcaça ou customizar de outras maneiras. A Maximus VI Formula é compatível com o OC Panel, mas ele não vem com a placa. Em breve, no Adrenaline, você vai poder conferir o review completo da mainboard.

Maximus VI Hero
A Hero mantém o formato ATX da Extreme e Formula, mas é voltada para aqueles que não podem pagar ou não precisam de todos os recursos presentes nas duas placas.

Ela vem com:
SupremeFX 2013 com proteção Red-line, capacitor ELNA e Sonic Radar
Suporte a SLI ou CrossFireX com duas placas
8 SATA III

A placa não vem com o Combo mPCIe II com WiFi, Armor, CrossChill ou OC Panel (mas possui suporte a este último acessório). Porém, possui Extreme Engine DIGI+ III, segunda geração da DDR3 T-Topology, novas funções UEFI BIOS e RAMDisk. A atualização PCE-AC68 irÁ incluir WiFi 802.11ac.

Maximus VI Gene
Se você estÁ procurando por uma micro ATX, a Gene é a melhor opção. Sim, hÁ também a TUF Gryphon, porém, a Gene possui algumas vantagens únicas desenvolvidas especialmente para os gamers, como:

SupremeFX 2013 com proteção Red-line, capacitor ELNA e Sonic Radar
Combo mPCIe II sem WiFi
8 SATA III

SLI e CrossFireX com duas placas de vídeo também são suportados. A Gene possui um slot extra 4x na parte de baixo se você quiser usar um watercooler para resfriar as GPUs e deixar um slot livre para, por exemplo, colocar um RAIDR ou uma Xonar. A placa-mãe também possui Extreme Engine DIGI+ III, segunda geração da DDR3 T-Topology, novas funções UEFI BIOS, RAMDisk e suporte futuro para o OC Panel.

Maximus VI Impact
De uma placa micro ATX para uma mini-ITX. A Impact é a nova opção pra os gamers que querem o menor tamanho possível de mainboard. Para combinar com o PCB pequeno, placas de vídeo DirectCU Mini são as recomendadas, jÁ que muitos cases para mini-ITX não suportam GPUs mais largas.

Clique aqui para conferir a anÁlise completa da placa.

Graças ao seu tamanho de 17cm², os recursos das outras placas Maximus VI não podem ser diretamente suportados pela Impact. Por isso, foi criado um design alternativo para tentar fazer essa combinação da melhor forma possível.

A Impact não tem 6 ou 8 portas SATA, até porque são poucos os cases mini-ITX que suportam tantos dispositivos com a conexão. Porém, é possível usufruir do Combo mPCIe II com WiFi e de um slot M.2 para SSDs NGFF. Ela é recomendada para gamers que costumam carregar seu PC para jogar na casa de amigos ou que querem levar o computador em viagens, mas não desejam um laptop.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.