Executivo da Bethesda diz que falta de jogos no Wii U é culpa da própria Nintendo

Pete Hines, chefe de marketing da Bethesda, concedeu uma entrevista ao GameTrailers onde entrou em detalhes sobre a desistência da desenvolvedora em relação a fazer jogos para o Wii U. Segundo Hines, "a hora de convencer distribuidores e desenvolvedores para apoiar o Wii U jÁ passou faz tempo".


A caixa jÁ saiu. Você tem que fazer o que a Sony e a Microsoft têm feito com a gente por um bom tempo. Não é que toda vez que a gente se encontra nós temos todas as respostas que queríamos, mas eles nos envolveram logo no início, conversando com o pessoal da Bethesda e da Gearbox, dizendo: 'Aqui estÁ o que estamos fazendo, o que estamos planejando e como nós achamos que vai funcionar', para poderem ouvir o que pensÁvamos, dos nossos técnicos, e do nosso ponto de vista.

O executivo deu bastante ênfase para a importância que ele vê em ter abertura durante o desenvolvimento de um hardware. A Nintendo jÁ é conhecida por não ser a empresa mais aberta do mercado, mas Hines foi ainda mais duro na crítica, dizendo: "Se você vai meio que decidir 'Bem, nós vamos fazer uma caixa e ela vai funcionar assim, e vocês deviam fazer games pra ela.' – bom, não! Minha resposta é não!"

- Continua após a publicidade -

Para quem ainda tinha dúvidas, parece que a desenvolvedora de grandes games como Fallout e Skyrim estÁ mesmo de fora do Wii U. O que torna o golpe ainda mais pesado é que a EA também não estÁ desenvolvendo mais nada para o console da Nintendo. Via Eurogamer.

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.