Intel está desenvolvendo câmera 3D capaz de ler emoções

JÁ imaginou como seria se existisse uma câmera capaz de informar qual o seu humor, quanto você entende de um texto e quais palavras dele você tem dificuldade de entender? A Intel pensou, e por isso estÁ desenvolvendo  uma câmera 3D capaz de ler e reconhecer expressões, associando elas a emoções. A novidade pode não estar tão distante assim: a expectativa é que ela jÁ esteja integrada nos Ultrabooks vendidos no segundo semestre do ano que vem.

Segundo Anil Nanduri, diretor de produtos e soluções da Intel, os ganhos educacionais serão fantÁsticos, jÁ que a câmera poderÁ detectar problemas de aprendizagem em crianças. Além disso, ela terÁ sensores de profundidade, tamanho, cores e outros recursos que lembram o Kinect, da Microsoft. Por isso, sua utilidade para jogos também deverÁ ser bastante explorada, aumentando o nível de interatividade entre homem e mÁquina em jogos 3D.  O diferencial da câmera em desenvolvimento da Intel para as outras que jÁ existem é a alta resolução em curto alcance: para Nanduri, é importante que ela perceba movimento sutis e discretos, no que ele chama de "articulação nível dedo". 

Além dos Ultrabooks, a empresa espera que a câmera possa ser integrada em smartphones e tablets, mas a uma primeira versão dela poderÁ ser encontrada em uma webcam externa, desenvolvida numa parceria da Intel e da Creative, nos próximos trimestres.

- Continua após a publicidade -

Via Network World

Assuntos
Tags
  • Redator: Leonardo Lorenzoni

    Leonardo Lorenzoni

    Apaixonado por videogames desde que jogou Yu-Gi-Oh Forbidden Memories no Playstation e StarCraft no PC, sofre por ter nascido tão tarde e perder tanta bagagem cultural. Correndo atrás do prejuízo, divide a vida de estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) com os vícios em séries e filmes. Gosta do Batman e não gosta do Superman. Escreve notícias para o Adrenaline e tenta não chegar atrasado.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.