CEO da Nokia lidera apostas para ser o novo "chefão" da Microsoft

Atualizado dia 30/08 às 16h15min

De acordo com os últimos números divulgados pelo CNET, Stephen Elop continua favorito nas casas de apostas londrinas com proporção de 5 para 1; com Kevin Turner colado em 6 para 1; e a dupla Steve Sinofsky e Julie Larson-Green com 8 para 1.

Aproveitando o momento, o Adrenaline abriu uma enquete sobre o assunto e deseja saber a opinião de seus leitores. O link para a enquete é: https://adrenaline.com.br/tecnologia/enquetes/48/quem-sera-o-proximo-chefao-da-microsoft.html

---

29/08 - 15h05min 

- Continua após a publicidade -

A "corrida" para saber quem substituirÁ Steve Ballmer no comando da Microsoft no próximo ano jÁ começou. Pelo menos na Inglaterra.

A terra de "sua majestade", reconhecida por adorar uma aposta (o alvo recente recaiu  sobre o nome do herdeiro da casa real), "lançou os dados" para saber quem assumirÁ o comando da gigante de Redmond.

A casa de apostas Ladbrokes, que possui mais de 2.700 pontos espalhados em todo o Reino Unido, lançou o desafio, e listou uma série de executivos de pesos que podem suceder Balmer. 

Como trata-se de uma aposta envolvendo dinheiro real, obviamente que a Ladbrokes estÁ colocando um grande esforço e utilizando a sua rede de contatos para identificar os nomes com maiores chances.

- Continua após a publicidade -

(Da esquerda para direita: Stephen Elop e Steve Ballmer celebrando parceria firmada em fevereiro de 2011) 

O candidato que estÁ no topo da lista, com 5 para 1 (a casa de apostas paga 5 libras esterlinas para cada libra apostada), é Stephen Elop, CEO da Nokia. A posição do executivo é natural, uma vez que a Microsoft e a fabricante finlandesa possuem um acordo estratégico multibilionÁrio envolvendo os smartphones da Nokia com o Windows Phone.

A disputa conta ainda com candidatos da própria Microsoft, como Kevin Turner, COO; e Julie-Larson Green, recém empossada como diretora de dispositivos de hardware e entretenimento.

"Correndo pro fora", aparecem Steven Sinofsky, ex-diretor do Windows; e o CEO do Netflix, Reed Hastings. Nem mesmo Tim Cook foi descartado. O chefão da Apple aparece como um dos azarões, com a Ladbrokes pagando 100 para 1.

Em seu rÁpido comunicado à imprensa, Steve Ballmer limitou-se a dizer que o seu "tempo" havia chegado, informando ter conseguido imprimir um ritmo forte à Microsoft, transformando a companhia em um provedor de aparelhos e serviços.

Nos bastidores, no entanto, comenta-se que Ballmer manteve inalterado os pilares da companhia – centrado no Windows, Office e Enterprise, não obtendo o sucesso esperado em novas tecnologias, como smartphones e tablets.

("Caras e bocas" de Steve Ballmer) 

Independentemente de ter ou não atingido os objetivos da Microsoft, Steve Ballmer foi um personagem marcante na indústria da TI, com personalidade própria, fazendo questão de mostrar "caras e bocas" em suas declarações.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.