Hacker que descobriu falha no Facebook vai ganhar mais de US$10 mil, mas não de Zuckerberg

O hacker que descobriu uma falha no Facebook e postou um recado na pÁgina de Mark Zuckerberg sem ser amigo dele vai receber mais de US$10 mil pelo feito. Ao contrÁrio do esperado, a recompensa não vai vir da equipe de Zuckerberg. Quem iniciou uma campanha de doação para Khalil Shreateh foi o diretor de tecnologia da empresa de segurança cibernética BeyondTrust, Marc Maiffret.


PÁgina para doação ao hacker palestino. Meta jÁ foi batida e campanha continua ativa.

Maiffret também é hacker e ficou comovido com a história do palestino, jÁ que ele foi ignorado pelo sistema de recompensas do Facebook e não recebeu um dólar por ter descoberto a falha. Segundo a Rede Social, o valor não vai ser pago porque ele violou os termos de serviço do site para descobrir o bug. O diretor de segurança do Facebook, Joe Sullivan, disse que a prÁtica de negar recompensas para quem testar vulnerabilidades contra usuÁrios reais não serÁ alterada.

- Continua após a publicidade -

À Reuters, o diretor da BeyondTrust disse que Khalil "estÁ lÁ, na Palestina, fazendo suas pesquisas em um laptop com cinco anos de uso que parece não estar funcionando direito. É algo que pode ajudÁ-lo bastante." Maiffret contribuiu com US$ 2 mil para a campanha. A meta jÁ foi batida e até o momento jÁ foram arrecadados mais de US$ 11 mil. O valor estipulado que ele receberia do site de Zuckerberg por descobrir a falha não ultrapassaria os US$ 500,00.

No Facebook, Khalil agradeceu a Maiffret e disse que as palavras não podem explicar o que ele sente com a ajuda. "Não posso contar quantas pessoas doaram, mas posso ver quantas pessoas de bom coração existem no mundo."

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.