Falso alerta do FBI causado por malware leva homem a se entregar por pedofilia

Eis um caso em que o cibercrime acabou ajudando a polícia. Em Prince William, em Virgínia, nos Estados Unidos, um homem se entregou às autoridades após receber um alerta do FBI avisando que ele teria que pagar uma multa ou, do contrÁrio, seria investigado por pedofilia.

O curioso é que o aviso é falso – trata-se de uma estratégia de phishing causada por malware. O problema é que, no caso desse sujeito, chamado Jay Matthew Riley, de 21 anos, ele realmente estava visualizando fotos eróticas de menores de idade.

A polícia do local, segundo o Washington Post, contou que Riley foi até a delegacia perguntar se havia algum mandado contra ele por esse tipo de crime. Ele, inclusive, levou junto seu computador.

 


O aviso do FBI era um scam, segundo a polícia. Mas quando as autoridades procuraram no computador de Riley após um mandado de busca, a polícia encontrou "mensagens e fotos inapropriadas de garotas menores de idade", diz o comunicado oficial. "As circunstâncias por trÁs das acusações são inusitadas", afirmou Jonathan Perok, um porta-voz do departamento.

Além de estar visualizando fotos de pedofilia no momento em que recebeu o falso aviso, Riley também se comunicava com uma garota de 13 anos de Minnesota, para quem pediu fotos "inapropriadas", conforme as autoridades.

Como resultado da situação, Riley foi detido na terça-feira (23) por posse de pedofilia, uso de ferramenta de comunicação para solicitar violações contra crianças e abuso de menor. A data do julgamento ainda não foi definida

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.