Canonical quer R$ 71 milhões para fazer o Ubuntu Edge, smartphone que vira PC

UPDATE: Agora o valor mínimo a ser oferecido para conseguir um Ubuntu Edge é de US$ 625 (R$ 1.386). Até ontem era necessário desembolsar pelo menos US$ 830 (R$ 1.850) para receber um dos aparelhos pelo projeto, mas isso mudou hoje e as ofertas de US$ 625, US$ 675 (R$ 1.498) e US$ 725 (R$ 1.608) também dão direito ao "doador" de ter um dos novos smartphones da Canonical.


Não se trata apenas de arrecadar US$ 32 milhões, mas a Canonical pretende ainda realizar este feito em apenas um mês. E se a arrecadação se mantiver no ritmo que está, a empresa vai conseguir. Em menos de dois dias já foram conseguidos US$ 3,4 milhões (R$ 7,5 milhões) para a criação do Ubuntu Edge, que também vai vir com o Android, somando dois sistemas operacionais em um aparelho.

As expectativas da empresa para o novo aparelho mostram porque a meta de arrecadação é tão alta. A Canonical quer construir o que a empresa chama de "super phone", capaz de funcionar como um PC quando plugado a um monitor, com transição instantânea entre celular e computador. Para alcançar este feito, o Edge virá com o processador multi-core "mais rápido disponível" e, "no mínimo" 4 GB de memória RAM. Além disso, o espaço interno será de 128 GB (não é um erro de digitação, são cento e vinte e oito gigabytes de espaço interno). Tudo isso atrás de uma tela de 4,5' feita com cristal safira, um material que, segundo a Canonical, apenas diamante consegue riscar.

 

O projeto para o crowdfunding está no Indiegogo. Para quem se interessou, é bom preparar o bolso. A oferta mínima para receber um dos aparelhos se a produção dele começar é de US$ 830 (R$ 1.850) - agora, US$ 625 (R$ 1.386).

- Continua após a publicidade -

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.