Crimes virtuais podem estar custando ao mundo até R$ 2 trilhões

Um novo relatório bastante alarmista da McAfee, em associação ao Centro para Estudos Estratégicos e Internacionais, apontam para um prejuízo anual de até US$ 1 trilhão (R$ 2,2 trilhões) causado por ataques virtuais e "cyber-crime". Em 2009 a empresa jÁ mostrava essa mesma perda, a diferença é que, agora, foi aumentada a margem de erro dos resultados, sendo a estimativa mínima de US$ 300 bilhões (R$ 670 bilhões).


A diferença é de mais que o dobro entre o mínimo e o mÁximo das perdas que "podem estar ocorrendo". A McAfee justifica esse fato alegando que é muito difícil chegar a uma estimativa, uma vez que muitas empresas escondem suas perdas e outras nem tem mecanismos para contabilizar o que foi perdido. "Nós usamos diversas analogias onde custos jÁ foram quantificados para nos prover uma ideia do escopo do problema, nos permitindo determinar limites grosseiros – um teto e um piso – para o custo de cyber-atividade maliciosa, por comparação com outros tipos de crimes e perdas." Ou seja, a empresa compara os crimes virtuais com "crimes reais" para fazer uma estimativa do prejuízo, devido à dificuldade de contabilizar danos imateriais.

Em dados bem mais concretos e contabilizÁveis, a Team Cymru, especializada em pesquisa de segurança na internet, acusou hackers estrangeiros de estarem roubando até um terabyte de dados por dia, de governos, militares, empresas e até universidades. Via CNET.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.