Problema em 750 milhões de chips permite a cópia e infecção do cartão SIM

O especialista em segurança alemão Karsten Nohl descobriu um problema na criptografia empregada pelos chips de celular que permite copiar os dados presentes no SIM, fazer o redirecionamento ou a realização de chamadas e o envio de SMS. Os chips mais antigos utilizam uma tecnologia de 1970 que pode ser quebrada e uma mensagem de um hacker pode ter o mesmo efeito de um SMS especial enviado pelas operadoras para realizar atualizações nos cartões SIM. Nohl estima que um em cada oito chips seja vulnerÁvel, totalizando 750 milhões em todo o mundo.

Para chegar a essa conclusão, o especialista testou quase mil chips e cerca de 25% utilizavam a tecnologia vulnerÁvel DES que em português significa Padrão de Criptografia de Dados. Essa tecnologia foi substituída pela 3-DES em 1998, no entanto, alguns cartões ainda utilizam a primeira.

Para explorar a falha, um hacker envia um SMS especial para o celular que irÁ responder com um código que poderÁ ou não ser quebrado. Se for possível quebrÁ-lo, um próximo SMS serÁ capaz de reprogramar e fazer a clonagem do chip. Nohl, que jÁ mostrou ter conhecimento na Área de telefonia ao grampear chamadas GSM durante um evento, conseguiu reprogramar alguns desses chips vulnerÁveis.

Além dessa falha, o alemão descobriu um segundo problema: a possibilidade de quebrar o isolamento que protege dados sigilosos de aplicativos de pagamento armazenados no chip. Um aplicativo seria capaz de ler todas essas informações que deveriam estar seguras.

- Continua após a publicidade -

A GSMA, responsÁvel pela padronização de tecnologias móveis, confirmou à Forbes a existência da tecnologia DES em alguns chips, mas disse que não hÁ evidências de que a mesma falha exista nos cartões mais novos.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.