Inventor do mouse, Douglas Engelbart morre aos 88 anos

O inventor do mouse e pioneiro da informÁtica, Douglas Engelbart, morreu na última terça à noite aos 88 anos, na Califórnia, Estados Unidos. O anúncio foi feito pelo Instituto que leva o nome do engenheiro. De acordo com a viúva de Engelbart ao jornal The New York Times, o cientista teve uma crise de insuficiência renal.

Nascido em Oregon, o engenheiro foi um dos precursores da informÁtica moderna. Suas pesquisas deram origem as vídeo e teleconferências, ao email, às janelas de navegação e aos textos de informÁtica. A maior criação de Engelbart, porém, foi o mouse. Na época da criação, era descrito como "um indicador de posicionamento X e Y para monitores". O primeiro "mouse" de computador foi uma caixa de madeira com duas rodinhas de metal. A patente foi apresentada em 1967 e obtida em 1970.

Com a ajuda do mouse, Engelbart fez a primeira apresentação em videoconferência em 1968. O evento fez história na informÁtica. O conceito foi aperfeiçoado pelos engenheiros da Xerox e batizado como mouse. Porém, o periférico só foi vendido em 1984, com o primeiro Macintosh e depois com os computadores Windows.

Autor de mais de 20 patentes de tecnologia, o engenheiro recebeu das mãos do então presidente norte-americano Bill Clinton, em 2000, a Medalha Nacional de Tecnologia. O prêmio é um reconhecimento às pessoas responsÁveis por grandes inovações tecnológicas.

- Continua após a publicidade -

Em 2005, tornou-se parceiro do Museu da História do Computador pelo "avançado estudo da interação entre computadores e homens, desenvolvimento do dispositivo do mouse e pela utilização dos computadores para melhorar a eficiência organizacional".

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.