Pesquisadores descobrem vulnerabilidade que pode afetar 99% dos aparelhos Android

Em maio a Google anunciou, em grande evento, 900 milhões de Androids ativados, o que significa que 891 milhões de aparelhos móveis poderiam estar em risco, segundo a Bluebox Security. Isso porque a empresa descobriu uma vulnerabilidade que permite alterar o código APK de um app qualquer sem quebrar sua assinatura criptogrÁfica, o que faria essa mudança passar despercebida pela Google Play, pelo celular e pelo próprio usuÁrio.


A criptografia do app sendo reconhecida permite a ele amplo acesso ao smartphone e um trojan bem colocado permitiria não só o roubo de informações, mas também a ativação de serviços do celular ao gosto do hacker, transformando-o num "zombiephone". 

Segundo a Bluebox, o bug data, no mínimo desde o Android 1.6 ("Donut"), lançado hÁ quatro anos. A Google foi informada por eles em fevereiro e, de acordo com o CIO, apps da Google Play jÁ são imunes e o Samsung Galaxy S4 também foi consertado. O Nexus, da própria Google, ainda não estÁ fora de perigo. 

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.