Mercado de impressão demonstra leve recuperação no primeiro trimestre de 2013

A IDC Brasil divulgou os dados consolidados do mercado de impressão no Brasil no primeiro trimestre deste ano. Foram comercializados no total 945 mil equipamentos de impressão no País, 3,2% a mais do que o último trimestre de 2012 e aproximadamente 20% a menos que o mesmo período do ano passado.

O setor é altamente influenciado e impactado pela performance dos equipamentos da tecnologia jato de tinta, que atualmente representam 74,5% de todo o volume de mÁquinas vendidas no país, contra 24,6% da tecnologia laser e 0,8% de equipamentos matriciais.

Mesmo com a readequação de preços e também de demanda ocorridas durante o segundo semestre de 2012, o mercado jato de tinta demonstrou crescimento de 8,6% no primeiro trimestre de 2013, quando foram vendidos 705 mil equipamentos. "Depois de acirradas disputas de preços e medidas agressivas visando o ganho de market share, os players deste mercado estão direcionando suas ações para a melhoria da margem de lucratividade e reposicionamento de suas linhas de produtos para um patamar superior de funcionalidades e capacidades", diz Diego Silva, analista de mercado da IDC Brasil.

A oferta de produtos wi-fi também é um dos fatores que impactaram positivamente o mercado, uma vez que a mobilidade (tablets, smartphones e notebooks) nos segmentos doméstico e de pequenas empresas tem crescido de forma exponencial no Brasil.

Ainda segundo o estudo da IDC, no mercado de equipamentos laser houve pequena retração no volume de vendas no primeiro trimestre de 2013. Foram comercializados 232 mil equipamentos, resultado 10.6% inferior ao último trimestre, e 11,9% menor que o mesmo período de 2012.

"Com a maior parte de seus equipamentos direcionados para a atuação no segmento corporativo, um dos principais fatores para tal retração no mercado laser foi o baixo desempenho de vendas durante os meses de janeiro e fevereiro, que possuem uma demanda inferior devido às férias de fim de ano e carnaval", explica o analista.

A IDC divulgou ainda os números do forecast para o ano de 2013. O mercado jato de tinta deverÁ movimentar 2.9 milhões de equipamentos, e os equipamentos laser pouco mais de 1 milhão de unidades, que representa, respectivamente, queda de 4,8% e crescimento de 7% em relação ao ano de 2012.

Em números gerais, a expectativa da IDC em 2013 é que o mercado de impressão no Brasil tenha breve retração de 1,9% (em relação a 2012) e movimente 4 milhões de equipamentos. "Mesmo com a retração em unidades vendidas, esperamos que os players tenham um ano de importante recuperação nas margens de lucratividades e nas receitas", complementa o analista.

Apesar de recuperação no primeiro trimestre do ano, o mercado de equipamentos de impressão apresentou queda em abril, com um resultado 9,7% inferior ao mês de março. "Este resultado confirma as expectativas de que o mercado de impressão tem apresentado um cenÁrio de maturidade, no qual o campo virgem para crescimento tem se reduzido no Brasil", finaliza.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.