Intel lança os processadores Haswell, desenvolvidos com foco em Ultrabooks

Dois anos depois de anunciar que era preciso reinventar o notebook, a Intel apresentou a quarta geração de processadores Core, codinome Haswell. Os processadores foram repensados para a experiência móvel, focados em Ultrabooks e dispositivos conversíveis, trazendo também a nova geração de grÁficos integrados Iris.

 

Os processadores Haswell trazem o maior avanço em economia de energia alcançado com a introdução de uma nova geração, conseguindo um aumento de 50% na autonomia em relação a modelos anteriores, podendo ficar até 30 dias em modo stand by (os Ivy Bridge chegavam a no mÁximo 4) ou se manter ativo por um dia completo de uso, com uma estimativa de até 10 horas de operação na bateria.

Como jÁ havia sido anunciado pela empresa empresa, os grÁficos integrados Iris trarão uma performance até duas vezes maior que a presente no Intel HD Graphics 4000, GPU dos processadores Ivy Bridge. Outro destaque da conferência foi a demonstração de um modelo de tablet, não identificado, que opera com CPU Intel Core sem necessidade de fans. Com a exceção de modelos equipados com processadores Atom, esta é a primeira vez que a empresa é capaz de entregar um produto portÁtil que dispensa resfriamento ativo.

Com enfoque total em Ultrabooks, os novos processadores de quarta geração Core também chegam com o objetivo de serem "2 em 1", aliando a experiência tradicional com computadores, com alta performance, multitasking e produtividade, com a experiência dos tablets, envolvendo telas sensívies a toque, design leve e longa duração de bateria.

- Continua após a publicidade -

Os produtos equipados com os novos processadores Haswell ainda não possuem uma data oficial para chegar ao mercado, mas devem começam a chegar ao mercado entre o terceiro e quarto trimestre.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Você quer processadores da AMD com gráficos integrados

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.