Sony talvez decida separar setores de entretenimento e eletrônicos

Enquanto você lê essa notícia, grandes nomes da Sony estão considerando se aceitam ou não uma proposta muito decisiva para o futuro da companhia. Daniel Loeb, o principal acionista, com um investimento de mais de US$ 1 bilhão na empresa, sugeriu numa carta que a Sony dividisse seus setores de entretenimento e eletrônicos.

Daniel Loeb

A simples divulgação da sugestão jÁ causou aumento nas ações da empresa, o que aumenta a pressão em cima de Kaz Hirai, o CEO. Não tomando nenhum posicionamento inicial, Hirai declarou que "a diretoria vai chegar numa decisão que represente o posicionamento da Sony", o que é exatamente a mesma coisa do que não dizer nada.

Essa decisão pode se refletir muito na vida dos gamers de plantão que viram a PSN ir gradualmente tendendo a se tornar Sony Entertainment Network. Produtos como o PS4 e o Xperia estariam na divisão de eletrônicos e o setor de entretenimento iria abranger músicas e filmes.

- Continua após a publicidade -

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Você quer processadores da AMD com gráficos integrados

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.