Anonymous ameaça hackear Guantánamo e militares decidem desligar acesso Wi-Fi na base

O grupo de hackers conhecido como Anonymous, famoso por ataques com ideologia política (chamado por alguns de "hacktivismo"), tem ameaçado um ataque à base naval norte-americana de GuantÁnamo, o que levou os militares a desligarem completamente o acesso Wi-Fi no local, banindo mídias sociais como Facebook e Twitter.

Protesto em frente à Casa Branca contra a base de GuantÁnamo

A notícia saiu no CNET. As autoridades da base não fizeram rodeios e disseram diretamente à imprensa que o desligamento da conexão foi, sim, por causa das ameaças do Anonymous. Os hackers têm twittado em favor dos prisioneiros, que no momento estão fazendo greve de fome, e acusam os militares de violação dos direitos humanos e de manter presas muitas pessoas que jÁ haviam sido oficialmente liberadas hÁ anos. A campanha do grupo começou dia 18, quando a greve dos presos alcançou a marca dos 100 dias.

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.