Quatro membros do LulzSec são presos no Reino Unido

A CIA, em conjunto com outras agências, decretou a prisão de quatro membros do grupo LulzSec, acusados de causarem milhões de dólares de prejuízo a redes de computadores da Sony e colocarem em risco milhares de dados pessoais de usuÁrios.

Os réus, três deles por volta de 20 anos e um de 18, custaram à Sony US$20 milhões de dólares em receita devido aos seus crimes online, executados em 2011. 

 


O grupo também invadiu os computadores do PentÁgono e derrubou o site da CIA, conforme a Reuters

Ryan Cleary foi condenado a 32 meses, Ryan Ackroyd por 30 meses e Jake Davis por dois anos. Mustafa Al-Bassam, o único adolescente do grupo, recebeu uma pena de 20 meses. Todos se declararam culpados. A corte de Londres informou que seus nicknames no Twitter eram ViraL, Kayla, Topiary e tFlow.

Essa não é a primeira prisão relacionada ao LulzSec. Em abril, um dos membros do grupo foi detido nos Estados Unidos por causa dos ataques contra o site da Sony Pictures.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.