Cassino proíbe Google Glass para evitar trapaças

Ainda falta um ano para o Google Glass chegar ao mercado, mas a lista de restrições ao gadget só aumenta. Agora, os administradores de cassinos estão preocupados com a possibilidade de trapaças com o uso do acessório.

Gary Thompson, porta-voz do Caesars Palace, em Las Vegas, nos Estados Unidos, informou ao Computerworld que o estabelecimento não irÁ permitir que apostadores e jogadores usem o Google Glass.

"Regulamentos proíbem o uso de computadores ou dispositivos de gravação por pessoas que estão apostando", afirmou Thompson. "Indivíduos usando o Google Glass não poderão jogar. Se eles tentarem, estarão sujeitos à detenção sob normas de vÁrios estados", explicou.

 


O porta-voz acrescentou que vÁrios cassinos jÁ reportaram incidentes com pessoas tentando gravar jogadas secretamente, o que resultou em prisões.

"Ainda é cedo e estamos pensando com muito cuidado sobre como desenvolvemos o Glass", afirmou um porta-voz do Google, destacando que "novas tecnologias sempre levantam novos problemas". Ele também ressaltou a importância do programa Explorer, que forneceu a desenvolvedores e a usuÁrios selecionados unidades de testes do acessório.

Além do casino Caesars, o bar americano The 5 Point também proibiu o uso do acessório, devido à preocupação com a privacidade dos clientes. Também hÁ projetos políticos no país que buscam proibir motoristas de usarem o Google Glass. Com tantas restrições antes mesmo do lançamento comercial, perguntamos: serÁ possível usar os óculos inteligentes em algum lugar?

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Você quer processadores da AMD com gráficos integrados

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.