Funcionários da Amazon ameaçam entrar em greve na Alemanha

A Amazon, uma das maiores varejistas online do mundo, pode enfrentar a primeira greve na Alemanha, onde emprega cerca de 9 mil pessoas, que buscam melhores salÁrios e benefícios.

Os trabalhadores da cidade de Leipzig votaram a favor de uma greve no início deste mês e a equipe em Bad Hersfeld, onde hÁ 3,7 mil empregados, juntou-se a eles hoje. Uma greve poderia ocorrer nas próximas semanas, disse à Reuters Bernhard Schiederig, negociador do sindicato Verdi. A data ainda não foi definida. 


O sindicato tem pressionado a Amazon porque a empresa se recusa a implementar um acordo coletivo sobre condições de trabalho, a exemplo de outras empresas de encomendas e varejo do país.

"A direção da Amazon deveria finalmente começar as negociações para um acordo coletivo", afirmou Schiederig. Outras exigências são salÁrios-base mais altos e maiores bonificações para funcionÁrios que trabalham nos períodos noturnos.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.